UCEM - UCDM - ACIM

Lição 194.

In UCEM on 13/07/2011 at 11:55

ENTREGO O FUTURO NAS MÃOS DE DEUS.
A idéia de hoje é outro passo em direção à salvação rápida e, de fato, é um passo gigantesco! A distância que ele cobre é tão grande, que te coloca às portas do Céu, com a meta à vista e os obstáculos para trás. Os teus pés alcançaram os jardins que te dão as boas-vindas às portas do Céu, o sereno lugar de paz, onde esperas com certeza o passo final de Deus. Como estamos nos afastando da terra! Como estamos nos aproximando da nossa meta! Como é curto o caminho que ainda temos a percorrer!

Aceita a idéia de hoje e terás ultrapassado toda ansiedade, todos os abismos do inferno, todo o negror da depressão, os pensamentos de pecado e a devastação gerada pela culpa. Aceita a idéia de hoje e terás liberado o mundo de toda prisão, soltando as pesadas correntes que trancavam a porta para a liberdade. Estás salvo e a tua salvação vem a ser assim a dádiva que dás ao mundo, porque a recebeste.

Em nenhum momento a depressão é sentida, a dor experimentada ou a perda percebida. Em nenhum momento a tristeza pode ser posta sobre um trono e fielmente idolatrada. Em nenhum momento alguém pode sequer morrer. E assim, cada momento dado a Deus ao passar, com o próximo já Lhe tendo sido oferecido, é o tempo da tua liberação da tristeza, da dor e da própria morte.

Deus mantém o teu futuro, assim como Ele mantém o teu passado e o presente. São um só para Ele e, portanto, também deveriam ser um só para ti. No entanto, nesse mundo, o progresso temporal ainda parece real. E assim, não te é pedido que compreendas que realmente não há nenhuma seqüência no tempo. Só te é pedido que soltes o futuro e o coloques nas Mãos de Deus. E verás por experiência própria que também puseste o passado e o presente nas Suas Mãos, pois o passado deixará de punir-te e o medo do futuro será agora sem significado.

Libera o futuro. Pois o passado se foi e o que é presente, livre do seu legado de pesar e miséria, de dor e de perda, vem a ser o instante em que o tempo escapa da sujeição às ilusões, onde ele segue o seu curso impiedoso e inevitável. Então, cada instante que era antes escravo do tempo transforma-se num instante santo, em que a luz até agora oculta no Filho de Deus é libertada para abençoar o mundo. Agora ele é livre e toda a sua glória brilha sobre um mundo libertado junto com ele, para compartilhar a sua santidade.

Se puderes ver a lição de hoje como a libertação que realmente é[1], não hesitarás em esforçar-te ao máximo, de forma consistente, para fazer com que ela seja parte de ti. À medida em que se torna um pensamento que domina a tua mente, um hábito no teu repertório de resoluções de problemas, um meio para reagir rapidamente à tentação, estendes o teu aprendizado ao mundo. E à medida em que aprenderes a ver a salvação em todas as coisas, o mundo também perceberá que está salvo.

Que preocupação pode ter aquele que entrega o seu futuro às amorosas Mãos de Deus? O que pode ele sofrer? O que pode causar-lhe dor ou trazer-lhe a experiência da perda? O que pode temer? E o que pode olhar sem amor? Pois aquele que escapou de todo o medo da dor futura encontrou o seu caminho para a paz no presente e uma certeza de ajuda que o mundo jamais pode ameaçar. Ele tem certeza de que a sua percepção pode errar, mas que a correção nunca lhe faltará. É livre para escolher de novo quando tiver sido enganado, para mudar a sua mente quando tiver cometido erros.

Entrega, então, o teu futuro nas Mãos de Deus. Pois assim estás pedindo que a Sua memória volte novamente, substituindo todos os teus pensamentos de pecado e de mal pela verdade do amor. Pensas tu que o mundo poderia deixar de ganhar com isso e que todas as criaturas vivas deixariam de responder com uma percepção curada? Aquele que se entrega a Deus também põe o mundo nas Mãos que ele próprio procurou para achar consolo e segurança. Ele deixa de lado as ilusões doentes do mundo juntamente com as suas e oferece paz a ambos.

Agora estamos realmente salvos. Pois nas Mãos de Deus nós descansamos imperturbados, certos de que só o bem pode vir a nós. Se esquecermos, seremos gentilmente tranqüilizados. Se aceitarmos um pensamento que não perdoa, ele será rapidamente substituído pelo reflexo do amor. E se nos sentirmos tentados a atacar, apelaremos para Aquele Que protege o nosso descanso, para que faça por nós a escolha que deixa para trás a tentação. O mundo não é mais nosso inimigo, pois escolhemos ser o seu Amigo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: